CAMPANHA DA FRATERNIDADE 1969

Ao olhar o cartaz desta Campanha e revisitar seus subsídios, tem-se a convicção de que, em meio às divergências de opinião entre os chamados conservadores e progressistas, sobressai o gesto do estender a mão, cumprindo a recomendação: “o meu mandamento é este: amai-vos uns aos outros, assim como eu vos amei” (Jo 15,12). Se no campo política ainda persistia a caça aos subversivos, dentro da Igreja, o esforço era o de retomada da unidade.