Campanhas - CNBB

Campanha da Fraternidade 2020

Viu, sentiu compaixão e cuidou dele” (Lc 10,33-34)

Ação emergencial “É Tempo de Cuidar” alivia dificuldades de migrantes e população de rua no Brasil

No próximo dia 30 de julho faz um ano que Daria Coromoto Roda de Garcia junto a seu marido, Erly David Garcia Martinez, e seus três filhos – duas meninas sendo uma adolescente de 17 anos e uma de 8 anos e um adolescente de 16 anos -, com a ajuda da Igreja Católica resolveu deixar a Venezuela por conta da crise que seu país de origem atravessa.

A migrante venezuelana Daria com sua família em Maringá (PR). Foto: arquivo pessoal

Após passar uma temporada em Pacaraima e Boa Vista (RR) para tirar nova documentação, ela seguiu com a família, com a ajuda do projeto Acolhida do Governo Federal, para Maringá (PR) onde está reconstruindo sua vida.

Mesmo com o marido já trabalhando em um supermercado, ela diz que a família ainda encontra dificuldades para manter as despesas.  Daria faz parte de um grupo de 120 migrantes e refugiados que a arquidiocese de Maringá está apoiando, especialmente neste tempo da pandemia, com a doação de cestas básicas.

Motivada pela Ação Emergencial da Igreja no Brasil, a campanha “É Tempo de Cuidar”, organizada pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e a Cáritas Brasileira, a arquidiocese de Maringá arrecadou, até agora, 6.700 kilos de alimentos, 500 peças de roupa, 20 cobertores, 20 vouchers de alimentação, 50 kits de higiene pessoal e limpeza e 200 máscaras. Neste momento, a ajuda é muito bem vinda para a família venezuelana. “Ajuda muito, dou graça a Deus pelo trabalho do meu marido, mas precisamos encontrar trabalho para mais pessoas da minha família”, disse a migrante.

660 mil pessoas beneficiadas em todo país

Até o dia 20 de julho, o Comitê Organizado da campanha “É tempo de Cuidar” registrou 490 ações como esta da arquidiocese de Maringá em 119 arquidioceses e dioceses do Brasil beneficiando 660 mil pessoas em todo país. Foram arrecadados mais de 3.500 toneladas de alimentos, R$ 2.697.792,00, 239.626 unidades de produtos de  higiene e limpeza, 182.846 equipamentos de proteção individual e 196.939 unidades de roupas e calçados. Ao todo foram produzidas e distribuídas 349.528 marmitas, especialmente para a população de rua.

Voluntários na preparação das marmitas na diocese de Bauru (SP). Fotos: Arquivo do Setor de Caridade da diocese.

Só na diocese de Bauru (SP), no Regional Sul 1 da CNBB, foram distribuídas 9.840 marmitas para a população de rua numa ação semelhante inspirada pela campanha É Tempo de Cuidar. Lá a ação foi batizada por projeto “Repartir o Pão”. Organizado de 28 de março a 14 de junho, o projeto somou 79 dias de arrecadação de gêneros alimentícios, preparação e distribuição de marmitas, com suco, frutas e bolo todas as noites na região central da cidade de Bauru.

Segundo a agente da Cáritas e do Setor Caridade da diocese de Bauru, Bete Rubo, a ação foi voltada especialmente para as pessoas em situação de rua. “A proposta inicial foi de 100 marmitas diárias. Porém, em média, foram 120 totalizando, aproximadamente, 9.480 marmitas distribuídas”, informou.

20 grupos de voluntários, cerca de 80 pessoas, se revezaram na preparação e distribuição diária das marmitas. “Recebemos muitas doações de frango, legumes e salsicha. Arrecadamos cerca de R $10.000,00 em depósito bancário e em dinheiro. O valor foi utilizado para compra e montagem de alimentos e descartáveis”, disse. O grupo utilizou o dinheiro que restou para comprar e montar cestas básicas para famílias vulneráveis.

Ação de Graças

No dia 18 de junho, quinta feira, na paróquia Santa Rita de Cássia, na diocese de Bauru, foi realizada uma missa de Ação de Graças pelos trabalhos desenvolvidos pelo Setor Caridade da diocese. A missa foi transmitida pelo Facebook da paróquia e teve, no fim, a apresentação de um vídeo mostrando todo o trabalho realizado pelo Setor de Caridade (veja abaixo).

Encerrada essa primeira fase da campanha, a agente da Cáritas informa que alguns grupos permaneceram organizando a ação, uma vez que já a faziam anteriormente. “Apenas agregamos outros grupos aos que já existiam e fizemos uma ação coordenada”, explica Bete. Na diocese de Bauru, o Setor de Caridade disponibilizou também duas carretas para fornecer banho e higienização para a população de rua, com funcionamento às quintas-feiras e sábados.

 

Edições CNBB

CNBB - Conferência Nacional dos Bispos do Brasil

SE/Sul Quadra 801 Conjunto “B” - 70200-014 - BRASÍLIA – DF
Fone: (61) 2103-8300 - Fax: (61) 2103-8303