Campanhas - CNBB

Campanha da Fraternidade 2024

Fraternidade e Amizade Social

EM PRIMEIRA AVALIAÇÃO DO ANO, CONSELHO GESTOR DO FNS APROVA 42 PROJETOS DE SOLIDARIEDADE

O Conselho Gestor do Fundo Nacional de Solidariedade (FNS) teve sua primeira reunião de avaliação de projetos neste mês de junho e aprovou 42 iniciativas para acessar recursos oriundos da Coleta Nacional de Solidariedade, gesto concreto da Campanha da Fraternidade 2024. Além dos membros já estabelecidos, a reunião teve a presença do arcebispo de Porto Alegre (RS) e presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), dom Jaime Spengler.

Projetos aprovados

Durante o encontro, realizado na tarde do dia 17 de junho, o Departamento Social da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) apresentou ao Conselho Gestor 101 projetos já pré-analisados, prontos para avaliação do conselho. Os 42 projetos aprovados receberão, ao todo, R$ 1.205.234,37 para realização das atividades propostas.

Dos demais projetos, 11 foram indeferidos, e outros 48 serão analisados em uma rodada extra de avaliações, conforme prevê o item 3.3 do Edital 2024. Essa reunião adicional acontecerá antes da 2ª Reunião de avaliação, marcada para 31/07.

Fraternidade e amizade social

A cada ano, a CNBB relaciona os projetos apoiados pelo Fundo Nacional de Solidariedade à temática da Campanha da Fraternidade vigente. Neste ano, tendo a campanha refletido sobre o tema “Fraternidade e Amizade Social”, o objetivo foi selecionar e apoiar projetos que contribuam para “despertar para o valor e a beleza da fraternidade humana, promovendo e fortalecendo os vínculos da amizade social, para que, em Jesus Cristo, a paz seja realidade entre todas as pessoas e povos” (Objetivo Geral da CF 2024).

edital do Fundo Nacional de Solidariedade define três eixos para a distribuição de recursos. Neste ano, o Eixo 1 está voltado para projetos de reconstrução do tecido social através de iniciativas de comunhão, reconciliação e fraternidade, capazes de estimular a cultura do encontro. Na primeira reunião, 16 projetos com essa proposta foram contemplados.

O Eixo 2 atenderá projetos de apoio e integração social de migrantes, refugiados e povos tradicionais. Dentre as iniciativas avaliadas, 7 foram aprovadas para este eixo.

Já o Eixo 3 é voltado para projetos de socorro emergencial aos mais vulneráveis da sociedade e de promoção e geração de emprego e renda. Na primeira avaliação, o Conselho Gestor escolheu 19 projetos deste eixo.

Distribuição por regionais

Quase a totalidade dos regionais da CNBB foi contemplada com recursos na primeira reunião. A distribuição ficou da seguinte forma:

  • Oeste 2 (Mato Grosso): 2;
  • Centro-Oeste (Goiás e Distrito Federal): 2;
  • Leste 1 (Rio de Janeiro): 1;
  • Leste 2 (Minas Gerais): 7;
  • Leste 3 (Espírito Santo): 2;
  • Norte 1 (Norte do Amazonas e Roraima): 2;
  • Norte 2 (Amapá e Pará): 2;
  • Norte 3 (Tocantins, Sudeste do Pará e Nordeste do Mato Grosso): 1;
  • Nordeste 1 (Ceará): 3;
  • Nordeste 2 (Alagoas, Paraíba, Pernambuco e Rio Grande do Norte): 3;
  • Nordeste 3 (Bahia e Sergipe): 3;
  • Nordeste 4 (Piauí): 1;
  • Sul 1 (São Paulo): 8;
  • Sul 2 (Paraná): 1;
  • Sul 3 (Rio Grande do Sul): 2;
  • Sul 4 (Santa Catarina): 1.

Leia também:

CNBB lança edital do FNS para apoio a projetos ligados à CF 2024

Projetos da Paraíba e do Rio Grande do Norte são contemplados com apoio do FNS

Fotos: Paulo Augusto Cruz/CNBB

Edições CNBB

CNBB - Conferência Nacional dos Bispos do Brasil

SE/Sul Quadra 801 Conjunto “B” - 70200-014 - BRASÍLIA – DF
Fone: (61) 2103-8300 - Fax: (61) 2103-8303