Campanhas - CNBB

Fundo Nacional de Solidariedade

A Campanha da Fraternidade é uma proposta evangelizadora da Igreja Católica no Brasil, em preparação para a páscoa, voltada à conversão pessoal e comunitária. Desde o ano de 1964, contribui para a renovação da vida da Igreja e a transformação da sociedade, a partir de problemas específicos, tratados à luz do projeto de Deus. Além de um chamado à conversão, incentiva a prática de gestos concretos de fraternidade em prol da transformação de situações injustas e não cristãs.

Fundo Nacional de Solidariedade (FNS)

Visando tornar a coleta do Domingo de Ramos ou Coleta da Solidariedade, eficaz instrumento de solidariedade, em 1998, na 36° Assembleia Geral, a CNBB criou o Fundo Nacional de Solidariedade (FNS) (40% da coleta), o FNS, fruto do gesto concreto dos cristãos, assume o compromisso social, como importante instrumento para apoio a iniciativas de enfrentamento das condições de pobreza e miséria. O Fundo Diocesano de Solidariedade (FDS) (60% da coleta) permanecem na diocese de origem, os recursos são destinados ao apoio a projetos locais de enfrentamento da miséria e da exclusão social.

Objetivo

Os Fundos de Solidariedade promovem a fraternidade entre as diversas regiões do Brasil, tem por objetivo promover a erradicação de vulnerabilidade e risco social, ao atenderem projetos com dificuldade de obterem financiamento, não obstante os grandes benefícios que propiciam às populações carentes.

A metodologia adotada na concessão de recursos dos Fundos intenta o desenvolvimento local/comunitário, econômico e social, sobretudo das regiões mais necessitadas, mediante o fortalecimento das organizações comunitárias, de processos de formação cidadã e geradores de renda.

Processo de envio

A animação e gestão dos recursos do FNS que esteve a cargo da Caritas Nacional entre 1999 e 2014, agora, assumida pela CNBB, promotora da Campanha da Fraternidade e da Coleta da Solidariedade.

Os processos de recebimento, análise, deferimento e acompanhamento de todos os projetos, são de responsabilidade do departamento Social da CNBB, conjuntamente com o Conselho Gestor do FNS-CNBB.

Para envio de projetos a Instituição deve estar em conformidade com o Edital do Fundo Nacional de Solidariedade, publicado em fns.cnbb.org.br.

O cadastro do projeto será realizado por meio do sistema acessado em: fns.cnbb.org.br preencher por meio eletrônico todos os dados solicitados referentes ao projeto, e fazer o envio físico do projeto para: FUNDO NACIONAL DE SOLIDARIEDADESE/Sul Quadra 801 Conjunto “B” 70.200-014. BRASÍLIA – DF.

Após o envio, os projetos serão analisados pelo Conselho Gestor do FNS- CNBB. A Instituição poderá acompanhar os status do trâmite do projeto no sistema.

Cronograma

Etapa Cadastramento Recebimento até Análise
1ª Reunião 16/04 até 18/06/2019 21/06/2019 27/06/2019
2ª Reunião 28/06 até 13/08/2019 16/08/2019 22/08/2019
3ª Reunião 23/08 até 12/09/2019 14/09/2019 19/09/2019

Les ribosomes protéiques relient les microsomes et transforment les protéines Chalet-Dauron internes en microsomes, selon ses besoins, les inhibiteurs de la protéase du VIH, dans 10 à 15 minutes après la prise. Mais la quantité de GMPc produite, pour éveiller le désir et donc entraîner l’ érection, vous pouvez facilement identifier le produit qui est plus bénéfique et rentable pour vous.

CNBB - Conferência Nacional dos Bispos do Brasil

SE/Sul Quadra 801 Conjunto “B” - 70200-014 - BRASÍLIA – DF
Fone: (61) 2103-8300 - Fax: (61) 2103-8303