Campanhas - CNBB

Campanha da Fraternidade 2020

Viu, sentiu compaixão e cuidou dele” (Lc 10,33-34)

Seminário de formação para a Campanha da Fraternidade 2020

Lideranças de várias Arqui/dioceses do Paraná reuniram-se neste final de semana (26 e 27 de outubro) na Casa de Líderes Nossa Senhora de Guadalupe, em Guarapuava (PR), para estudar o tema da Campanha da Fraternidade de 2020: “Fraternidade e vida: dom e compromisso”. Os assessores do seminário foram o padre Danilo Vitor Pena, da Arquidiocese de Curitiba, e o professor Junior Cunha Vale, da Diocese de Guarapuava, que participaram da capacitação promovida pela CNBB Nacional. Os mais de 50 participantes tiveram a ocasião de aprofundar o tema proposto pela Campanha da Fraternidade, com a missão de levar às suas igrejas locais e promover ações concretas.

Esse seminário é promovido, anualmente, pelo Regional Sul 2 da CNBB com o objetivo de animar e subsidiar as Arqui/Dioceses para a Campanha da Fraternidade. O padre Valdecir Badzinski, secretário executivo da CNBB Sul 2, que coordenou o seminário, afirma que o tema é muito presente e instigante para o contexto atual: “Quando pensamos em fraternidade e vida estamos dizendo que é preciso ter um olhar profundo sobre a vida em todas as instâncias, desde o seu princípio até o seu fim natural, e também sobre a vida do planeta, a nossa casa comum. Durante a quaresma de 2020, somos chamados a refletir com profundidade o que estamos fazendo com a nossa vida e a vida do planeta, para onde e de que forma estamos indo. O porquê das perdas de sentido, das desestruturações humanas, familiares, relacionais desse estilo de sociedade. É um tema muito abrangente e profundo, que mexe com todas as instâncias da sociedade”.

A Campanha da Fraternidade de 2020 é inspirada pelo lema bíblico do bom samaritano: “Viu, sentiu compaixão e cuidou dele” (Lc 10, 33-34) e apresenta a imagem de Santa Dulce dos Pobres como um ícone do cuidado da vida. “A Irmã Dulce foi uma boa samaritana nas terras da Bahia. Quantas pessoas ela viu, passou remédio e levou para cuidar, por que estavam caídos. Então, ela é para nós o ícone da defesa da vida”, afirmou padre Valdecir.

Texto: Karina de Carvalho | Fotos: Pe. Valdecir Badzinski

Edições CNBB

CNBB - Conferência Nacional dos Bispos do Brasil

SE/Sul Quadra 801 Conjunto “B” - 70200-014 - BRASÍLIA – DF
Fone: (61) 2103-8300 - Fax: (61) 2103-8303